La page est en train de chargement

Recusa de crédito: o que fazer?

Blog | Crédito

O seu pedido de crédito foi recusado. Quais são as razões possíveis, como saber se pode ou deveria efetuar um outro pedido, ou quais são as alternativas possíveis? Os nossos conselhos e explicações.

As razões de uma recusa

Existem numerosas possibilidades que podem levar a uma recusa de crédito. Estas são geralmente relativas à situação da pessoa que solicita um empréstimo, ou aos seus antecedentes. Mais especificamente, os principais motivos de rejeição de um pedido são:

  • Orçamento insuficiente: a lei (LCD) estipula claramente que a concessão de um crédito é interdita se ocasionar o sobre-endividamento do consumidor. As instituições financeiras que propõem empréstimos têm assim a obrigação de controlar o orçamento do solicitador. Se as suas finanças não possibilitam um excedente orçamental suficiente para o reembolso, o empréstimo será recusado.
  • Antecedentes negativos: os bancos controlam os antecedentes dos seus clientes. Em particular, o histórico de crédito de cada consumidor é registado numa central de informação de crédito na Suíça: a ZEK. Antes de conceder um crédito, uma verificação é portanto efetuada junto desta central. Uma inscrição negativa na ZEK leva geralmente a uma rejeição do pedido.
  • Processo judicial de cobrança de dívidas (Betreibung/ Poursuites): as pessoas que têm dificuldades financeiras não podem legalmente obter um crédito. Em caso de poursuites, é assim impossível obter um empréstimo junto de um estabelecimento financeiro.
  • Autorização de trabalho (permis de travail): os estrangeiros que trabalham na Suíça devem estar junto do mesmo empregador durante algum tempo: 3 meses para os permis C, 6 meses para os permis B, e 3 a 4 anos para os permis G (fronteiriços). As pessoas que têm um permis L não podem em geral obter um empréstimo.
  • Rendimentos: para obter um crédito, é assim necessário ser assalariado na Suíça no mínimo há 3 meses, ou independente por conta própria no mínimo há 2 anos.

Esperar no mínimo 3 a 6 meses

Como indicado anteriormente, cada pedido é normalmente registado junto da ZEK. Assim, uma pessoa que efetua numerosas solicitações de empréstimo junto de diferentes entidades poderá encontrar-se bloqueado muito rapidamente. O melhor é portanto limitar o número de pedidos realizados ao mesmo tempo. Em caso de recusa, as probabilidades de obter um crédito junto de uma outra agência são praticamente nulas, e repetir um pedido poderá mesmo penalizar o dossier. Por esta razão, é aconselhável esperar pelos menos 3 meses, ver 6 meses antes de efetuar um outro pedido!

Para o próximo pedido, o melhor é poder justificar uma melhoria do seu dossier: redução das despesas (seguros, renda), aumento dos rendimentos (salário, salário da ou do parceiro/a), ou simplesmente uma melhoria dos antecedentes (crédito atual pago de maneira regular). Em caso de dúvida, é igualmente útil dirigir-se junto de um especialista de soluções de crédito como por exemplo a Créditos. Um conselheiro vai-lhe permitir expor a sua situação e aconselhá-lo em função desta.

As alternativas ao crédito

Em caso de impossibilidade para obter um crédito, e se este era previsto para resolver um problema financeiro, saiba que existem alternativas. De facto, em caso de dificuldades financeiras, o crédito é raramente a solução, e os pedidos são raramente aceites pelas instituições cumpridoras da lei.

Geralmente, a alternativa consiste em dirigir-se junto de uma entidade de ajuda em caso de dívidas. Estas propõem assim uma ajuda para o estabelecimento de um orçamento e a possibilidade de negociar no seu lugar as suas dívidas para obter, por exemplo, uma redução dos juros e possibilidades de prazos de pagamento suplementares. Um primeiro contacto gratuito é geralmente possível a fim de obter uma ideia geral dos serviços propostos e das possibilidades ofertas.

Artigo redigido pela equipa da Multicrédit