La page est en train de chargement

Crédito online: quais as possibilidades para o mutuário?

Blog | Crédito

Cada vez mais agências de crédito propõem soluções “totalmente online”. Pode-se realmente obter um empréstimo bancário por correspondência, e quais as etapas obrigatórias para conseguir o montante desejado? Explicações.

Serviços online cada vez mais númerosos

Desde a democratização da internet, a gama de serviços online não parou de crescer. Compras online, ebooks, e-banking, formulários administrativos online, o comportamento dos utilizadores transformou-se pouco a pouco e, ao mesmo tempo, cada vez mais procedimentos podem ser efetuados a partir de casa. O crédito ao consumo não escapa a esta regra. Contudo, submetido à Lei sobre o Crédito ao Consumo (LCC), o empréstimo bancário não pode ainda ser efetuado totalmente online.

O que é acessível online

A internet não permite ainda efetuar todos os procedimentos para obter um empréstimo, porém a maior parte das etapas podem ser efetuadas a partir do seu computador, junto da maioria das agências de crédito (como por exemplo a Crédito Pessoal). Assim, é possível:

  • Efetuar o seu pedido de crédito online: através de um formulário mais ou menos completo permitindo indicar a sua situação e as modalidades desejadas.
  • Enviar os seus documentos online: estes são necessários para o estudo do dossier e incluem, entre outras coisas, cópias das fichas de salário e do documento de identidade/ autorizações de residência. Atenção, um scan de boa qualidade é geralmente solicitado (prefira então um scanner que uma máquina fotográfica).
  • Gerir a sua correspondência online, quer seja por e-mail ou por telefone.

Nem tudo é possível online

Por razões de segurança, certos procedimentos devem obrigatóriamente fazer-se através de um contato direto ou por correio postal. Mais especificamente:

    • O contrato de crédito, assinado, deverá sempre ser submetido fisicamente ao prestador. É então possível levá-lo em mão própria ou por correio postal.
    • O cliente deverá obrigatóriamente ser identificado, isto para se certificar que é realmente esta pessoa em questão que pede um empréstimo. Esta identificação pode ser feita junto de um banco ou de uma agência de crédito, ou ainda passando pelos Correios pedindo uma identification jaune. Esta última é um documento que pode ser emitido por qualquer serviço postal na Suíça.

ou seja um documento a solicitar junto dos Correios que certifica que a pessoa em questão corresponde à mesma que figura no seu documento de identidade.

A soma contraída poderá ser ou retirada em mão própria junto de um banco de crédito, ou depositada numa conta bancária ou conta postal à sua escolha.

Em direção a uma mudança futura?

Cada vez mais procedimentos administrativos são possíveis online, e não se deve excluir a possibilidade de, no futuro, pedir no seu todo um empréstimo online. Os principais obstáculos são atualmente a assinatura do contrato, e a identificação. Se a assinatura numérica poderia ser adoptada para os créditos ao consumo, a identificação permanece hoje em dia um problema.

Artigo redigido pela equipa da Multicrédit: www.multicredit.ch.