La page est en train de chargement

Crédito: como obter uma melhor taxa de juros para um empréstimo privado?

Blog | Crédito

Na Suíça, são os bancos que fixam a taxa de juros quando de uma outorga de crédito, dentro de um limite, no entanto, estabelecido por lei. Portanto, as condições de empréstimo dependerão essencialmente da situação do mutuário, de seus antecedentes, etc. A partir disso, o banco calcula a taxa de juros que será praticada. Quais são os meios possíveis de otimizar o seu dossiê para obter uma melhor taxa de juros? Descubra nossos 6 conselhos!

O que determina a taxa de juros?

A taxa de juros é diretamente proporcional ao risco. Uma pessoa em situação financeira delicada, é julgada pelos bancos como apresentando maior risco de não reembolso do que uma pessoa em boa situação financeira. Quanto maior for o risco considerado, maior será a taxa de juros praticada. Globalmente, as condições contratuais propostas dependerão de:

  • Da idoneidade do cliente: se ele já teve antecedentes de falta de pagamento, processos, múltiplas recusas em diversos organismos de crédito, etc.
  • Da solvabilidade do cliente: qual é a sua renda e como esta se compara com as suas despesas? Desde quando o requerente trabalha com o mesmo empregador? Tem emprego fixo ou temporário?

No entanto, como dito anteriormente, qualquer que seja o risco representado pelo requerente, a Confederação impõe uma taxa de juros limite de 10%.

Quais são as taxas atuais?

A maioria dos estabelecimentos propõe uma taxa de juros variando entre 5.9% e 9.9% (raramente menos). Deve-se ter em conta, não obstante, que taxas inferiores a 7.9% são raras. De fato, estima-se que a maioria dos contratos assinados se estabelecem com uma taxa de 8.9% ou mais.

Nossos conselhos

Finalmente, como obter uma melhor taxa de juros? Propomos-lhe aqui 6 conselhos para ajudar os futuros mutuários a otimizar sua situação e obter melhores condições de empréstimo.

1. Não esqueça de declarar a renda do seu/sua cônjuge

Mesmo que não seja algo obrigatório, recomenda-se fortemente fazê-lo. Dessa forma, o banco tomará em conta não apenas o seu salário, mas o do seu cônjuge também, para calcular o seu orçamento, o que representará uma melhor solvabilidade.

2. Não esqueça de declarar toda renda acessória

É fato que muita gente esquece que pode declarar ao banco todas as suas rendas acessórias, logo não o fazem. No entanto, cada aumento no orçamento contribui com a redução do risco e da taxa de juros. Portanto, os seguintes elementos não devem ser negligenciados:

  • Uma segunda renda: segundo emprego, aluguéis, rentabilidades financeiras, etc.
  • Subsídios: familiares, de formação, de sáude, etc.
  • Bônus: gratificações do seu emprego principal, etc.
  • Renda das crianças: por exemplo, se alguma criança que vive com você recebe subsídios de formação, etc.

3. Envie todos os justificativos possíveis

Quando de um pedido de crédito, cada elemento que tem influência sobre o orçamento, além de declarado, deve ser justificado pelos certificados respectivos. Isto permitirá não somente acelerar o processo, como também pode melhorar o seu scoring com os bancos, reduzindo assim a taxa de juros praticada.

4. Evite fazer muitos pedidos de crédito ao mesmo tempo

Na Suíça, cada pedido de crédito privado é registrado numa central (a ZEK), à qual os bancos tem acesso. Efetuar muitos pedidos dentro de um curto período de tempo diminui a idoneidade do requerente aos olhos dos bancos. Isto pode acabar penalizando-o.

Este conselho é ainda mais importante em caso de recusa. Um pedido de crédito recusado é igualmente registrado na central. Logo, ao invés de efetuar imediatamente outro pedido de crédito em outro estabelecimento, mais vale esperar alguns meses (de 3 a 6 meses no mínimo) antes de recomeçar o processo.

5. Pague suas facturas regularmente

Um cliente que já efetuou um ou vários créditos no passado e que paga suas facturas em dia, será bem visto pelos bancos. Logo, antecedentes positivos melhorarão a idoneidade do requerente, o que terá por consequência uma baixa das taxas de juros praticadas.

6. Peça ajuda a um especialista

Mesmo que pedir um crédito diretamente com um banco seja possível, recomenda-se passar por um especialista antes. Nós da Emprestimo.ch, por exemplo, nos encarregamos totalmente do seu dossiê, tratando-o de forma personalizada e com o maior cuidado para obter as melhores taxas de juros do mercado.

De fato, um conselheiro será capaz de analisar a situação global com maior propriedade e identificar com maior rapidez os fatores que podem ser melhorados para obter o melhor resultado. Além disso, um intermediário poderá se utilizar da negociação para conseguir melhores condições de empréstimo.