La page est en train de chargement

Crédito ao consumo, descoberto bancário ou conta corrente: quais diferenças?

Blog | Cartão de crédito | Crédito

Quando se faz referência ao crédito, normalmente se fala em crédito ao consumo. Porém, existem vários tipos de crédito. Crédito ao consumo, por descoberto bancário ou em conta corrente: em que consiste cada uma dessas soluções de empréstimo? Nossas explicações.

Crédito ao consumo

Quando falamos de crédito ao consumo, fazemos referência àquele que significa um empréstimo onde o dinheiro é dado ao mutuário em espécies. Ou seja, o consumidor pega dinheiro emprestado de um banco, esse dinheiro é recebido em espécies na mão ou na conta do banco ou conta postal e o prazo de reembolso, estabelecido pelo contrato, é em geral de 12 a 72 mêses.

Crédito a descoberto bancário

Mesmo que este termo seja pouco utilizado, ou até mesmo desconhecido, ele designa uma forma de empréstimo bastante difundida. Toda compra ou retirada de dinheiro que parte de um cartão de crédito, se trata na realidade de um crédito a descoberto. De fato, o mutuário que utiliza um cartão Visa ou Mastercard contrai um “descoberto” do organismo emissor do cartão. No final do mês, ele recebe uma factura para reembolsar este descoberto bancário.

Na maioria dos casos, o descoberto bancário pode ser reembolsado em várias mensalidades. Dessa forma, não é obrigatório reembolsar a integralidade da quantia utilizada com um cartão de crédito quando chegar no final do mês: o consumidor pode, se quiser, reembolsar pouco a pouco. Este modo de operar gera, no entanto, juros bastante altos sobre o montante ainda não reembolsado.

Crédito em conta corrente ou linha de crédito

Finalmente, existe também a solução do crédito em conta corrente. Via de regra, os clientes que possuem uma conta bancária têm a possibilidade de ter nessa conta um descoberto bancário, ou seja, um saldo negativo. O limite desse descoberto é chamado linha de crédito. Logo, este descoberto representa um crédito em conta corrente.

Quantias e taxas de juros

O tipo de crédito influencia diretamente na quantia que é possível obter e na taxa de juros praticada pelo estabelecimento financeiro. As modalidades variam de um prestador a outro, claramente, mas podemos assinalar aqui as diferenças que existem entre os diferentes tipos de crédito:

  • Crédito ao consumo: este tipo de empréstimo permite obter as quantias de dinheiro mais elevadas. A taxa de juros é limitada a 10% pela Confederação Helvética.
  • Crédito a descoberto bancário: este tipo de crédito é o de mais fácil acesso, através de um cartão de crédito. O teto vai depender da situação do detentor, mas varia normalmente de 2’000 Chf a 5’000 Chf. A taxa de juros, em caso de reembolsos mensais, é normalmente mais elevada e é limitada a 12% pela Confederação.
  • Crédito em conta corrente: este tipo de crédito depende essencialmente das modalidades da conta bancária possuída. Via de regra, permite emprestar quantias mais importantes do que o descoberto autorizado.

Em caso de uma dívida elevada com o crédito a descoberto ou conta corrente, é possível também pedir um crédito ao consumo com o objetivo de reembolsar as dívidas mais rapidamente e pagar menos juros. Esta solução é chamada de compra de crédito ou consolidação de dívida. Além te conseguir taxas de juros mais baixas, é possível também renegociar o prazo de reembolso, tornando-o mais flexível e diminuindo significativamente as mensalidades (até 40%).

Artigo redigido pela equipe da Multicredit www.multicredit.ch/pt/