La page est en train de chargement

Como financiar minhas reformas?

Blog | Crédito | Crédito imobiliário | Diversos

Seja para substituir a minha velha caldeira, construir uma varanda em casa, reformar o meu pátio ou comprar um sofá novo, é preciso ter uma boa quantia de dinheiro. Nesse caso, o financiamento pode ser uma boa ideia! No entanto, o que escolher? Um empréstimo para renovação ou um empréstimo hipotecário? Para qualquer tipo de […]

Seja para substituir a minha velha caldeira, construir uma varanda em casa, reformar o meu pátio ou comprar um sofá novo, é preciso ter uma boa quantia de dinheiro. Nesse caso, o financiamento pode ser uma boa ideia! No entanto, o que escolher? Um empréstimo para renovação ou um empréstimo hipotecário?

Para qualquer tipo de trabalho ou reforma, as duas opções são viáveis. O crédito hipotecário é praticamente como uma hipoteca imobiliária. E quanto ao crédito para renovação? Comparemos um pouco o empréstimo para renovação com o empréstimo hipotecário.

Em ambos os casos, as condições de concessão são idênticas. No caso de uma hipoteca, a resposta do banco pode ser rápida se você fizer seu pedido ao mesmo tempo que faz a compra do imóvel. Por outro lado, o crédito hipotecário quando usado num processo isolado de renovação pode levar várias semanas até ser outorgado, ao contrário do empréstimo pessoal.

Com respeito às taxas de juros, na hipoteca estas variam entre 0,75% e 2,5% atualmente, enquanto as taxas do crédito ao consumo são de no mínimo 4,5%. À primeira vista, a taxa da hipoteca parece mais interessante, mas o período de reembolso dela difere muito daquele aplicado no crédito para renovação, podendo estender-se por 10, 30 meses, ou até mesmo por toda a vida. Já no crédito para renovação, o vencimento não pode exceder 84 meses. Portanto, é importante levar em conta não somente a taxa de juros aplicada, mas também o período de reembolso, pois são os dois somados que determinarão o custo real do empréstimo. Não hesite em testar simulações online para verificar esse custo real. No final, verá que os juros da hipoteca terão custado mais do que os do crédito ao consumo.

A outra vantagem do crédito pessoal ou do crédito para renovação é a flexibilidade. Você pode ajustar o valor e a frequência dos reembolsos de acordo com as mudanças na sua situação pessoal. Caso queira, por exemplo, reembolsar antecipadamente, pode fazê-lo, beneficiando ainda de uma dedução dos juros totais. Além disso, ao solicitar um empréstimo para renovação, nenhuma prova de compra ou fatura será solicitada como justificativa, ao contrário dos procedimentos para um empréstimo hipotecário. Quanto ao limite do crédito para renovação, vai até 150’000 CHF.

Para financiar os seus painéis solares, refazer o seu jardim, a sua cozinha ou as suas casas de banho, escolha um empréstimo para renovação. Com ele, não há necessidade de se deslocar até um notário, o que implicaria custos adicionais. Não há necessidade de apresentar justificativas de gastos à sua instituição financeira.

O conselho de um profissional da área do crédito o ajudará a fazer esta escolha. Este poderá lhe informar sobre as diferentes possibilidades, levando em conta o seu caso específico, e lhe aconselhar a melhor solução financeira possível. Tudo para que você possa corrigir sua situação financeira e obter o seu empréstimo para renovação.

Esperamos que você tenha achado essas informações úteis e obrigado por acompanhar-nos.

Artigo produzido por Münür ASLAN, Diretor da Cashflex MultiCredit Sàrl.