La page est en train de chargement

TVA 2018: o que muda para os consumidores?

Blog | Notícias

A partir do 1° de janeiro de 2018, a taxa da TVA, fixada em 8% desde 2011, passará a valer 7.7%. De onde vem esta redução e qual é a sua relação com o AVS? Será ela realmente positiva para os consumidores? Nossas explicações.

Redução da TVA 2018 e a AVS

Para entender a origem dessa redução da TVA 2018, deve-se retornar ao ano 2011, quando a taxa era de 7.6%. Frente a dificuldade de financiamento das rendas AVS/AI, decidiu-se aumentar, temporariamente, essa taxa a 8%, até o fim de 2017. Como não se pôde chegar, durante esse tempo, a um acordo sobre o financiamento das aposentadorias, essa taxa deveria retomar o valor de 7.6% a partir de 2018.

Contudo, uma votação de 2014 – onde se pedia a utilisação de 0.1% da TVA para criar um fundo de financiamento ferroviário – foi aprovada pelo povo e pelos cantões. Portanto, a partir de 2018, a TVA será de 7.7%, ou seja, uma redução de 0.3%.

O que implica esta diminuição?

Mesmo que esta redução seja em princípio uma boa notícia, é preciso colocá-la de volta dentro do seu contexto. De fato, uma redução de 0.3% representa na maioria das vezes uma quantia insignificante. Alguns exemplos:

Objeto Preço atual Novo preço teórico Redução
Televisão 4K, 55 polegadas 2’500 Chf 2’492.50 Chf 7.50 Chf
Ipad Pro 10.5 polegadas 700 Chf 697.90 Chf 2.10 Chf
Torradeira 50 Chf 49.85 Chf 0.15 Chf
Pizza congelada 7.50 Chf 7.48 Chf 0.02 Chf

Deve-se esperar realmente uma redução dos preços?

Na prática, constatamos que a baixa dos preços é ínfima: apenas 3 centavos sobre 10 francos. Ainda, vale lembrar que os vendedores não são obrigados a baixar os preços de seus produtos conforme a baixa da TVA. Esta baixa implica algumas mudanças para os vendedores: adaptação dos sistemas informáticos, formulários e outros custos de adaptação. Portanto, será totalmente normal de ver estes vendedores a justificar o mantimento dos preços pelos custos de adaptação gerados.

Por fim, deve-se lembrar que, em 2011, vários comerciantes decidiram de não alterar seus preços, a pesar do aumento de 0.4% da TVA. Logo, não se deve assumir que em 2018 os preços irão mudar para os consumidores.

Artigo redigido pela equipe da Multicrédit – www.multicredit.ch.