La page est en train de chargement

Factoring clássico ou reverse factoring: qual a diferença?

Blog | Diversos

Solução relativamente recente, o factoring consiste em financiar e securizar as transações entre uma empresa e os seus parceiros contratuais. Estas soluções compreendem essencialmente dois produtos: o factoring clássico, e o reverse factoring, que visam os dois securizar postos diferentes. Quais são as diferenças entre estas soluções, e quem pode beneficiar? As nossas explicações.

Financiamento por factoring

Lembre-se que o factoring (em francês, affacturage) é um produto que intervém nas relações B2B entre devedores e credores fazendo intervir un terceiro ator: o factor. O papel deste último é o de pagar ao credor o montante das faturas emitidas ao devedor. O pagamento efetua-se sem prazo, e o devedor deverá então pagar não ao credor, mas ao factor que “adiantou” o montante das faturas. Em geral, a soma coberta não é de 100% (em princípio é de 90%), sendo que o suplemento (os 10% restantes) é depositado uma vez que o devedor tenha inteiramente liquidado as faturas.

Factoring clássico

No factoring clássico (em francês, affacturage classique), a empresa que mandata o factor é considerada como o credor. Os devedores são então os clientes desta empresa. Assim, o factor intervém como intermediário entre uma empresa e a sua clientela. Deste modo, o factoring clássico visa securizar o posto dos clientes assegurando a entrada imediata de liquidez para cada fatura emitida. Fora o financiamento das faturas, o factor propõe em geral outros serviços que visam reforçar a segurança do posto dos clientes:

  • Gestão do reembolso das faturas
  • Análise do risco clientes
  • Seguro indemnização em caso de incumprimento de pagamento dos clientes

Para as PME que desejam saber mais ou obter propostas personalizadas, Prestaflex oferece os seus serviços de intermediário e de aconselhamento para tudo o que diz respeito às soluções de factoring.

Reverse factoring

No reverse factoring (em francês, affaturage inversé), a empresa que mandata o factor é considerada como o devedor. Os credores são então os fornecedores desta sociedade. O factor intervém como intermediário entre uma empresa e os seus fornecedores. O reverse factoring visa assim securizar o posto dos fornecedores, opção muitas vezes negligenciada pelas PME. Os objectivos são, entre outros:

  • Assegurar aos seus fornecedores um pagamento imediato para as prestações fornecidas
  • Poder beneficiar de uma margem de manobra, com a possibilidade de pagar o factor num prazo de 90 ou 120 dias
  • Melhorar a fluidez do negócio e das relações com os fornecedores, permitindo desde logo por exemplo uma negociação dos preços das compras

Para mais informações, a sociedade Prestaflex propõe igualmente soluções de reverse factoring para PME e independentes, com a possibilidade de obter soluções personalizadas.

A quem se dirigem estes produtos?

O factoring clássico e o reverse factoring são soluções que se dirigem tanto para as grandes empresas, como para as PME e os independentes. É contudo importante notar que o factoring clássico, apenas permite financiar as faturas destinadas a uma clientela do tipo empresa (B2B).

Ofertas personalizadas

O factoring é uma solução personalizada: cada tomador beneficia de condições únicas em função do perfil do seu negócio e do tipo de atividade. O custo varia geralmente de 2% a 4% dos montantes faturados. Como para todos os serviços financeiros, é importante informar-se antes de se comprometer, passando por exemplo pelos serviços de um especialista que poderá comparar as ofertas e propor conselhos adaptados.